segunda-feira, 25 de junho de 2012

São João está na final da Copa TV Integração

Em clima de decisão São João vence o Recreio e garante vaga na final da Copa TV Integração de Futebol Regional. Laranjal também venceu e faz o duelo com o time sãojoanense.

Confronto que mais criou expectativa por parte de torcedores e jogadores em toda a Copa, aconteceu no último domingo, na cidade de Recreio. Primeiro jogo vitória de São João pelo placar de 3 a 0 em partida tumultuada por parte da equipe visitante. Para o jogo da volta criou-se um clima de nervosismo seguido de motivação para ambas as partes, mas o resultado não mudou de lado. Com gol de Michael Robô, São João Nepomuceno está garantido na grande decisão.

Antes da bola rolar ânimos exaltados na arquibancada. Logo na chegada ao Estádio Euvaldo Lodi, os torcedores sãojoanense que compareceram em grande número à Recreio,  já demonstravam que a manhã seria de muita festa, porém, como todo jogo decisivo é sinônimo de tensão para quem torce, discussões e provocações iniciaram cedo. A torcida de Recreio até que tentou fazer algum barulho para apoiar a equipe, mas foi abafada por mais de 200 amantes do esporte da cidade garbosa, que deixaram suas casas e foram à beira do gramado, provando que estão juntos e não abrem mão.

Na entrada dos jogadores, uma agressão ameaçou o início do jogo. O atacante Michel Lima, autor de dois gols pela primeira partida da semifinal foi agredido covardemente pelo massagista do Recreio, que por trás, deu um tapa no rosto do jogador. A comissão técnica  junto ao atleta fizeram um boletim de ocorrência e o indivíduo foi colocado para fora do campo. A partida só começou com quando o reforço policial compareceu ao estádio.

Voltando para as quatro linhas, bola rolando e um primeiro tempo de emoção. Recreio pressionando, já que precisava vencer no tempo normal e para levar a disputa para os pênaltis. São João mais defensivo e explorando bem os contra-ataques. Chutes de fora da área e a cautela foram os destaques dos primeiros 45 minutos. Sem gol, as equipes foram para o intervalo e quando voltaram, não pareciam mais as mesmas. Jogo aberto e dinâmico virou teste para cardíaco em relação ao torcedor. Bolas na trave e muitas faltas próximas da grande área fizeram da segunda etapa momentos que mexeram com o emocional de quem tinha um favorito.

Recreio mais perto do gol, São João muito eficiente no setor defensivo e a paciência prevaleceu também no jogo da volta. No erro do adversário foi onde Michel e Robô encontraram o caminho do gol. Com todos os jogadores no ataque, o time da casa foi surpreendido pelo rápido contra-ataque de São João. Roubada de bola e lançamento para o veloz Michel, que arrancou do meio campo acompanhado de Robô, sem ninguém na marcação, o camisa 9 só teve o trabalho de empurrar para as redes. Um gol atípico de semifinal, fazendo o torcedor explodir de alegria.


Muita comemoração e gritos de “São João, são João” embalaram e ditaram o ritmo do jogo. Faltando 35 minutos para o término da semifinal, São João ficou com um a menos. O zagueiro Carlos Heleno Júnior recebeu o segundo amarelo por reclamação e foi expulso. Mais pressão por parte da equipe da casa.

O meia Léo Rocha, com o pé esquerdo calibrado, arriscava vários chutes certeiros, mas não contava com as belíssimas defesas do goleiro Manga. O técnico Serginho (Recreio) foi para o tudo ou nada e colocou o time todo para o ataque. Bola aérea passou a ser a principal arma do time, que apostou todas as fichas em escanteios e faltas de longa distância. Quem se destacou com esses tipos de jogadas foi o zagueiro Romário (S.J.N.).

Um guerreiro do princípio ao fim, o jogador fez por onde tornar-se o melhor homem em campo. Incansável, o atleta foi a peça-chave da equipe de Marco Aurélio Ayupe. Com muita força física e em todo tempo passando segurança, as tentativas dos atacantes de Recreio paravam sempre no polivalente jogador, que atua na zaga, no meio e também na lateral esquerda.

A persistência continuou e com 5 minutos de acréscimo dados pelo árbitro Robert Machado, as jogadas com riscos de gol se estenderam até os 50 minutos da etapa complementar. O gol de empate não saiu e após o apito final, uma verdadeira festa dentro e fora de campo. Foi a vez do choro de alegria, desabafos e agradecimentos, tomarem conta dos jogadores e torcedores de São João Nepomuceno.

A equipe que não era favorita nem mesmo para a classificação que dá acesso a fase do mata a mata da Copa, chegou até a grande decisão. Garotos dedicados que treinam todos os dias da semana receberam a recompensa neste domingo (24). Para o técnico Ayupe, esse é  o resultado do investimento público referente à escolinha de futebol da cidade. “Isso é o retorno do investimento público tão questionado por pessoas maldosas. É pra tirar meninos da rua, das drogas e resgatar essas pessoas, dando a oportunidade delas estarem em meio ao esporte, tendo novamente expectativa de vida. Esse é o nosso trabalho que é feito com muita transparência e acima de tudo, um trabalho social”.

São João Nepomuceno garantido na decisão, restava saber apenas o resultado do confronto entre Laranjal e Senador Cortes. Primeira partida 1x1 e dessa vez, deu Laranjal. O time venceu por 2x0 e é o próximo adversário da equipe sãojoanense. A final acontece nesse final de semana. Primeira partida em São João, neste domingo, às 10h30. Por ser dono da melhor campanha da Copa, Laranjal decide em casa. A equipe de esporte da Rádio Difusora transmite a final.








Nenhum comentário: