sábado, 22 de janeiro de 2011

Tupynambás Pode Voltar ao Futebol Profissional.


No ano de seu centenário – 15 de Agosto de 2011 a equipe fará 100 anos -, o Tupynambás Futebol Clube, um dos clubes mais tradicionais de Juiz de Fora, poderá voltar ao cenário profissional. O Baeta deverá ser gerido por três profissionais de Juiz de Fora.
Jorge Bug, Zé Luís e Nando Ozório são os responsáveis pela possível volta do Baeta. Os três são bastante conhecidos no cenário juiz-forano. Jorge Bug há muito tempo é o coordenador de futebol no Sport Club JF; Zé Luís começou a sua carreira fora dos gramados em 2006, quando, pela primeira vez, treinou um clube. E deu certo. Zé Luís foi um dos grandes responsáveis pelo acesso do Tupi naquela ocasião. Depois do acesso pelo Tupi, Zé rodou por algumas equipes do interior de Minas; o outro é Nando Ozório, experiente treinador e que recentemente esteve à frente do Sport Club JF, na disputa do Campeonato Mineiro da Segunda Divisão.
Os três profissionais conversaram com o presidente do Tupynambás, Luiz Carlos Campos, e chegaram à conclusão que caso fechem com os parceiros que viabilizarão a equipe de juniores e profissional, o projeto terá seu início.
O Tupynambás não disputava uma competição profissional desde 1983. Naquela época, o Baeta voltou e disputou a Segunda Divisão Mineira. O clube realizou uma campanha desastrosa e abandonou o futebol profissional.
Em 2007, a equipe voltou ao profissional, através de uma parceria com uma empresa de televisão de Juiz de Fora. O clube teve como coordenador o ex-jogador da Seleção Brasileira, Botafogo e Napoli, Alemão. Outros nomes conhecidos também fizeram parte do grupo do Tupynambás em 2007, como Euller ‘’o filho do vento’’ e Renato Santiago. O Baeta realizou uma boa primeira fase, mas na segunda fase a equipe precisava apenas de ficar entre os três primeiros do grupo, entretanto a equipe terminou em quarto e não se classificou. O grupo foi desmontado e o Baeta voltou ao amadorismo.
O Campeonato Mineiro da Segunda Divisão 2011 está marcado para começar dia 5 de junho.
Fonte Vitor Lima Gualberto às 02:27

Nenhum comentário: